Escola Arcana – Individualização

olá amigos!

INDIVIDUALIZAÇÂO
O 3º reino da natureza- o animal- atinge um grau de evolução relativamente elevada. O homem animal já tinha adquirido ao longo de incontáveis milénios um corpo físico vigoroso, um corpo astral coordenado (corpo de sensações e emoções) e tinha um germe rudimentar de inteligência susceptível de formas, um dia o núcleo de um corpo mental.

Abandonado a si mesmo o homem animal teria evoluído até ao reino humano mas isso teria sido muito lento -podemos avaliar o grau em que ainda estaríamos, observando os Boschimans da África do Sul e os Ainons da Ilha de Yéso.

Assim , a evolução foi acelerada e o quadruplo homem inferior, constituído nessa altura por:

– Corpo físico – denso e etérico
–  Força vital ou prana
– Corpo astral
–  Germe nascente da inteligência.
Foi estimulado e tornou-se um receptáculo apropriado para a vinda de entidades auto-conscientes, triagens espirituais que há muito tempo esperavam fora do nosso planeta, uma tal oportunidade.

Assim se iniciou o 4º Reino, ou reino humano e o homem começou a sua carreira.
Também os outros reinos da natureza foram estimulados com a vinda da Hierarquia.

Esta hierarquia dos Irmãos de Luz, continua ainda a existir e, quer em corpos físicos densos como muitos Mestres, quer em corpos etéricos, como as Entidades Superiores e o Senhor do mundo, eles podem ser vistos e contactados por aqueles que estão em condições evolutivas de o merecerem.

Vivem numa existência física, connosco neste planeta, dirigindo os nossos destinos, os nossos trabalhos e as nossas evoluções.

A residência central da Hierarquia é SHAMBALLA, no centro do deserto de Gobi que também é chamado ILHA BRANCA. Existe em matéria etérica e só quando os homens desenvolverem a visão etérica ele será observável.

Alguns dos Mestres contudo têm existência física e habitam nas montanhas do Himalaia num sítio retirado, longe do caminho dos homens, chamado snigatzé.

Outros estão dispersos pelo mundo, em diferentes locais e diversos países, desconhecidos e anónimos, mas constituindo um centro para a energia do Senhor do Mundo e irradiando Amor e Sabedoria ao seu redor.

A seguir a essa individualização há 18 milhões de anos,a evolução foi-se dando muito lentamente, raças de homens apareceram e desapareceram, até que nos meados da 4º raça mãe,a Atlanta, sobre veio um acontecimento que veio acelerar o processo. Alguns dos membros da Hierarquia foram chamados para tarefas superiores, em qualquer parte do sistema solar e isto exigiu a sua substituição por membros mais evoluídos da família humana. Todos deram então um passo em frente e foram elevados de um grau na evolução. Ao mesmo tempo resolveu-se:

1º – fechar a porta pela qual o homem animal passava ao reino humano e assim as Mónadas num plano superior não podiam mais apropriar-se de corpos físicos, limitando desta maneira o nº de elementos do 4º reino da natureza.

2º – abrir uma outra porta pela qual os membros mais adiantados da família humana passariam ao 5º reino ou reino espiritual e assim os membros da Hierarquia iriam sendo substituídos e ajudados pela humanidade terrestre.
Esta porta é a da Iniciação e ela permanece sempre aberta ainda hoje nas mesmas condições impostas pelo Senhor do Mundo nos dias da Atlânte. A porta que separa o reino animal do humano será novamente aberta, permitindo aos nossos irmãos animais passarem ao reino humano, mas isso só se passará daqui a vários milhões de anos, pelo que não vale a pena falar mais nisso.

3º – resolução, foi a de acentuar a dualidade inerente a toda a manifestação, isto é, a relação entre matéria e espírito, entre bem e mal, luz e trevas, verdadeiro e falso. Este problema é só posto ao homem. Não existe nos reinos inferiores nem superiores, apenas o homem deve aprender pela experiência e pelo sofrimento a libertar o seu espírito aprisionado na matéria até chegar á conclusão que tudo é UM, que o espírito e matéria são Unidade, que nada existe que não esteja compreendido na Consciência do Logos Planetário.
Logo a Hierarquia tira partido da faculdade discriminativa da Inteligência que é uma qualidade particular da Humanidade que permite ao homem que atinja a sua meta equilibrando os pares de opostos e que encontre o caminho de retorno que o levará à fonte donde proveio.

Esta última decisão conduziu à grande luta que caracterizou a civilização Atlântica e que terminou com o cataclismo que a submergiu, chamado Dilúvio. As forças da Luz e das Trevas combateram umas com as outras para ajudar a humanidade e essa luta continua ainda hoje, como sabemos, nas guerras mundiais que já tiveram lugar e talvez na próxima que se avizinha.

Estas 3 decisões da Hierarquia tiveram como resultado uma rápida aceleração do processo evolutivo, que de outra maneira seria muito mais lento.

um abaço
maria