Teosofia – Annie Besant

Olá amigos!

TEOSOFIA

A Sociedade Teosófica foi organizada em Nova Yorque em 1875. O objectivo dos seus fundadores foi experimentar na pratica os poderes da natureza e disseminar entre os cristãos as informações e conhecimentos das religiões do Oriente. A Sociedade não possui uma sabedoria própria a defender ou ensinar. É simplesmente o receptáculo de algumas verdades emitidas por grandes videntes, iniciados e profetas das idades históricas (e até pré- históricas). Muitos membros da Sociedade Teosófica visitaram a Índia; muitos nasceram na Índia e presenciaram muitas demonstrações (umas verdadeiras e outras falsas) de poderes para-normais. A referida sociedade contou e conta com milhares de adeptos espalhados por quase todos os países. Os membros  budistas e bramanes chegaram a ser mais numerosos do que os europeus. Formou-se uma Liga Internacional e agregou-se ao nome da Sociedade o subtitulo de “A Fraternidade Humana”.

Depois de variada correspondência trocada entre a Sociedade e a Arya-Samaj, fundada pelo Swami Dayanand, fundiram-se ambas e o Conselho Supremo de Nova Iorque decidiu enviar uma delegação especial à Índia, para estudar o terreno do sânscrito, língua em que foram escritos os “VEDAS” e relativamente aos manuscritos e fenomenologia do Yoga. No dia 17 de Dezembro de 1878, a Delegação por 4 pessoas, saiu de Nova Yorque com destino a Bombaim, onde desembarcou em Fevereiro de 1879.

O nome “Teosofia” data do Séc. III da nossa era. “Teo” significa Deus e “Sofia” significa ciência, estudo. Por isso Teosofia designa o estudo ou a ciência de Deus. As primeiras pessoas que a utilizaram foram Ammonio Saccas e os seus discípulos, que fundaram o sistema Teosófico  Eclético.

Os objectivos da Teosofia são vários; porém os maia importantes de todos são aqueles que possam contribuir para o alívio do sofrimento humano sob qualquer forma, tanto moral como fisicamente; tem que inculcar a ética e purificar a alma se deseja aliviar o corpo físico, cujos transtornos, exceptuando-se em casos acidentais, são hereditários.

Os seus ensinamentos não são novos, tentam confirmar e apoiar os pergaminhos salvos na ocasião do incêndio da Biblioteca da Alexandria; a tradição universal existente tanto na China como no Japão; a tradição existente na Índia, cujos verdadeiros comentários secretos,que explicam Os VEDAS (a mais antiga escritura sagrada conhecida até hoje)ainda não estão visíveis para os profanos, mas estão à disposição dos Iniciados em furnas e criptas secretas; e as crenças budistas.

Cada culto religioso ou filosófico antigo, compreendia um ensinamento esotérico (ou secreto só para iniciados – chamado interno) e um culto exotérico (ou público – chamado circulo externo). Os Mistérios dos antigos compunham-se em “Maiores”(secretos) e “Menores” (públicos), como nas famosas solenidades chamadas na Grécia: Eleusinas.A partir dos Hierofantes de Samotrácia,  Egipto ,os Bramanes iniciados da antiga Índia e até os Rabinos Hebreus, todos, temendo a profanação ocultaram as suas verdadeiras crenças. Também o Budismo do Norte tem os seus “veículos”  “maiores” e “menores”, conhecidos como Mahayana (esotérico) e Himayana (exotérico), que são duas escolas.

Pitágoras denomina a sua “Gnosis” como ” o conhecimento das coisas que são” e reservaesses ensinamentos apenas para os seus discípulos, que haviam jurado segredo sobre os mesmos. Em resumo: Teosofia é a Religiãoda Sabedoria. Sendo que a palavra”Religião” significa “re-ligar”, a Teosofia seria a  re – união com a Sabedoria.

A posição da Teosofia em relação ao Espiritismo é a seguinte:

“….aqueles a quem os milhões de espíritas chamam Espíritos dos Mortos nos quais a igreja romana vê os demónios de Satanás, não vemos uma coisa nem outra, damos a eles o nome de Dhyan Choans, Devas, Pitris Elementais (superiores e inferiores), por vezes imperfeitos, mas nunca santos.” (revista Lucifer).

A Teosofia debruça-se ainda sobre o matrimónio, educação, alimentação,etc. Talvez pelas razões atrás expostas (ocultação da verdadeira sabedoria) tanto quanto sabemos a generalidade dos ensinamentos de Teosofia, embora clarificando e aprofundando bastante os ensinamentos espirituais, está altamente intelectualizada, não havendo praticas reais e efectivas que conduzam à evolução interiorizante espiritual.

Há vagamente a existência dum grupo restrito (esotérico), de elite, com actuação pouco prática no que respeita à evolução da alma.

Existem vários “ramos” de estudo, ocupando-se de discussões meramente intelectuais.

No entanto, reconhecemos o valor dos seus ensinamentos e por isso os difundimos. Pois eles trouxeram ao Ocidente uma sabedoria incalculável.

Estão descritos alguns destes ensinamentos já no fórum como:

PRANA

ANIMAIS

VEGETAIS

MINERAIS

MORTE ACIDENTAL E SUICIDIO

MORTE NATURAL

REENCARNAÇÃO

CENTELHA

EVOLUÇÃO HUMANA

O BEM E O MAL

A LEI DO SACRIFICIO

FINAL DA EVOLUÇÃO HUMANA

Bibliografia: Doutrina Secreta)  }      H. P. Blavatsky

Doutrina Teosófica}

Sabedoria Antiga de Annie Besant

Maria